Godzilla vs Kong já é a terceira maior bilheteria de 2021 no Brasil!

Godzilla vs Kong já é a terceira maior bilheteria de 2021 no Brasil!

Godzilla vs Kong estreou oficialmente no país após uma semana de bem sucedidas pré-estreias. Em seu primeiro fim de semana, o embate dos dois monstros faturou R$ 1,94 milhão...

 Godzilla vs Kong já é a terceira maior bilheteria de 2021 no Brasil!

Publicidade


Publicidade

Godzilla vs Kong estreou oficialmente no país após uma semana de bem sucedidas pré-estreias. Em seu primeiro fim de semana, o embate dos dois monstros faturou R$ 1,94 milhão e levou 110 mil pessoas aos cinemas. Somado com as prés, GvK tem até o momento R$ 4,4 milhões de faturamento e 263 mil ingressos vendidos no país.

Trata-se de números similares aos de seu antecessor, Godzilla II: Rei dos Monstros, que estreou em maio de 2019, levando 259 mil pessoas às salas e arrecadando R$ 4,65 milhões. No entanto, tal filme estreou em tempos “normais”, sem uma pandemia a atrapalhar seus números. Rei dos Monstros inclusive abriu em 601 cinemas, 170 a mais do que Godzilla vs Kong, e nem foi o maior circuito daquela semana (o blockbuster da Disney Aladdin estava em cartaz em quase 700 cinemas).

No entanto, se em 2019 a bilheteria de Rei dos Monstros foi considerada decepcionante, em 2021 os números bem similares de GvK são um sinal de um lento, porém promissor, retorno à normalidade. É difícil estimar qual teria sido a bilheteria do longa por aqui caso tivesse estreado normalmente em novembro de 2020, sem uma pandemia a lhe atrapalhar, mas é possível que não fossem números muitos distintos dos reais.

Publicidade

Para se ter uma ideia, em apenas duas semanas Godzilla vs Kong arrecadou o bastante para se tornar a terceira maior bilheteria no Brasil do ano, atrás de Mulher-Maravilha 1984, que tecnicamente é um filme de 2020 mas levou 1,15 milhão de pessoas aos cinemas em 2021, e Tom & Jerry: O Filme, que estreou em março e vendeu quase 485 mil ingressos. Todos os três longas são da Warner, o estúdio que se sentiu mais confortável para lançar seus blockbusters no momento atual ao invés de esperar a pandemia acabar de vez, graças ao lançamento simultâneo no streaming.

É bem possível que nos próximos dias o longa supere Tom & Jerry, mas será que o longa se tornará o segundo filme pós-Covid (após Mulher-Maravilha 1984) a ultrapassar a marca do milhão de ingressos vendidos? Comparações com filmes que estrearam antes da pandemia podem ser complicadas, mas se GvK tiver uma performance similar à dos dois últimos longas do lagarto gigante que também foram lançados em maio, sai de cartaz com um público entre 546 mil e 590 mil ingressos vendidos, o que seria pouco acima dos 538 mil de Rei dos Monstros

Mas um fato sobre o Godzilla é que seus filmes não são tão populares assim na bilheteria brasileira. Rei dos Monstros fez números minúsculos para um blockbuster de sua estatura, e enquanto o reboot de 2014 levou 1,32 milhão de pessoas aos cinemas, este ainda foi um resultado bem abaixo de outros longas sobre monstros gigantes, como Rampage: Destruição Total (1,35 milhão de ingressos vendidos), Megatubarão (1,89 milhão) e Kong: A Ilha da Caveira (1,9 milhão), isso sem falar nos megahits como Jurassic World (6,38 milhões) e sua continuação (5,32 milhões). 

Publicidade

Ou seja, afora a pandemia, GvK terá que enfrentar também o preconceito do espectador brasileiro contra Godzilla. No entanto, se o público encarar o longa como pertencendo ao Kong, sua carreira pode ser um pouco mais longa. Uma performance similar à de Rampage ou A Ilha da Caveira leva GvK a sair de cartaz com entre 800 mil e 880 mil ingressos vendidos, o bastante para fazer dele o vice-líder de público desde o início da pandemia, logo atrás dos 2,25 milhões de MM84.

Leia também

No entanto, vale lembrar que a heroína da DC só conquistou esta bilheteria (pequena para um filme de super-heróis porém gigantesca para os padrões da pandemia) por ser essencialmente o único blockbuster em cartaz entre dezembro e março, antes que a segunda onda da pandemia forçasse um novo fechamento das salas. Godzilla vs Kong não terá o mesmo luxo de ser a única opção para quem busca entretenimento na tela grande, pois nas próximas semanas chegarão outros filmes que lhe tomarão salas e público: a aventura Mundo em Caos, o indicado ao Oscar Bela Vingança e o anime Demon Slayer em 13/05; o candidato a blockbuster Mortal Kombat e a comédia familiar Em Guerra com o Vovô no dia 20/05; Cruella e o bem sucedido nos EUA Anônimo em 27/05; o terror Invocação do Mal 3 em 03/06; e por aí vai.

Publicidade

A não ser que a pandemia impeça, as próximas semanas serão carregadas de estreias e dificultarão a vida de GvK. No entanto, os dois monstros serão vistos como pioneiros se conseguirem reiniciar o processo de trazer o público de volta às salas.

E você, já assistiu a Godzilla vs Kong? Comente com a gente!

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.