Crítica Jungle Cruise | Longa diverte e é um misto de homenagens

Crítica Jungle Cruise | Longa diverte e é um misto de homenagens

Jungle Cruise é a nova promessa da Disney para os cinemas na pegada Indiana Jones e tantos outros clássicos que trazem aventuras de tirar o fôlego para todo mundo....

Mariana Lapeloso - 28 de julho de 2021
 Crítica Jungle Cruise | Longa diverte e é um misto de homenagens

Jungle Cruise é a nova promessa da Disney para os cinemas na pegada Indiana Jones e tantos outros clássicos que trazem aventuras de tirar o fôlego para todo mundo. Entretanto, ele parece ter um ‘quê’ a mais, que deixa você curioso para saber como que a história vai acabar.

Com Dwayne ‘The Rock’ Johnson e Emily Blunt no papel, o longa consegue – por um tempo – prender sua atenção e apesar do final clichê, que todo mundo imagina, dá pra tirar alguns bons momentos com Jungle Cruise.

Confira agora a nossa crítica do filme, completamente sem spoilers.

Como se inicia a trama de Jungle Cruise?

Lily Houghton é uma doutora em botânica, que cresceu ouvindo grandes histórias de seu pai sobre uma árvore mística capaz de curar tudo. Decidida a descobrir se o mito é real ou não, ela embarca em uma aventura no Brasil (isso mesmo, a história se passa aqui).

É quando ela conhece Frank, o capitão de um simples barco que é o único que pode levar a personagem até onde ela deseja, um lugar chamado Lágrimas de Cristal. Entretanto, não parece ser tão fácil, já que há um príncipe que quer colocar as mãos nas flores dessa árvore encantada.

Agora, Lily e Frank precisam enfrentar tudo e todos para conseguir chegar até essa flor e poder trazer revoluções históricas para a medicina daquela época.

Jungle Cruise é um bom filme?

Se você gosta de aventuras, é possível que goste desse filme. A ideia de Jungle Cruise é fazer reviver a sua nostalgia com homenagens a antigos longas, como Indiana Jones, Piratas do Caribe e, até mesmo, a nova fase de Jumanji (onde também temos The Rock).

Parece uma salada de frutas que, ainda assim, consegue funcionar em alguns momentos durante o filme. Não podemos deixar de falar aqui sobre o carisma de Dwayne Johnson, que sempre pareceu ser um ator muito brincalhão. Em Jumanji já tivemos isso, mas em Jungle Cruise é muito mais notável. Suas piadinhas que vão fazer você lembrar daquele tio em festa de fim de ano, fazem você rir mesmo com trocadilhos horríveis.

Emily Blunt mostra o ideal de uma mulher que luta pra ser reconhecida, no meio de uma sociedade completamente machista (já que na época em que se passa o filme, as mulheres não tinham tanta voz). Uma personagem focada, decidida e determinada a correr atrás de tudo o que ela quer. Blunt e The Rock funcionam muito bem com os principais do longa, chega a ser bem divertido ver os dois.

Entretanto, uma coisa que peca demais é o fato do reforço do grande estereótipo que os estrangeiros tem do Brasil. No longa, colocaram os brasileiros como um povo que fala espanhol, além de The Rock ter domesticado uma onça. É algo a ser citado, pois sabemos como pessoas de outros países costumam enxergar o Brasil com esses olhos. Fora que eles colocaram o Brasil como um lugar precário, que vive no meio da floresta. Não é tão bacana quando se vê.

Para quem repara bastante, Jungle Cruise não é o mestre do CGI, infelizmente. Em diversos momentos você consegue ver a tela verde gritante que o filme tem, além de efetivar que nada daquilo é real. Você se acostuma, mas pode ser estranho no começo.

Outra coisa que pode incomodar é o tamanho do filme. Ele dá a impressão de ser mais longo do que o normal e isso pode te deixar entediado em alguns momentos, ou fazer você querer que Jungle Cruise acabe de uma vez para seguir sua vida. Talvez o filme não precisava ser tão grande assim, já que há momentos que poderiam ter sido cortados.

E aí, vale a pena?

Para você que quer passar o tempo e apenas se divertir, é o filme ideal. Não vai ser o filme do ano visto nas telonas, mas ele cumpre o papel dele e faz você se divertir. Apenas um aviso, o filme não é livre para todos os publico e há algumas cenas que podem assustar ou te deixar completamente chocado.

Porém, é uma boa escolha para quem quer se divertir e embarcar em uma aventura que te deixa maravilhado em diversos pontos. Um dos momentos-chave do longa é ao som de uma versão completamente linda de Nothing Else Matters, do Metallica. Então pode ser que chame bastante a atenção.

Jungle Cruise é o novo filme da Disney, que chega aos cinemas no dia 29 de julho.

O filme conta com Dwayne ‘The Rock’ Johnson, Emily Blunt, Jack Whitehall, Édgar Ramirez e muito mais!

Confira também: