Coringa já é uma das 10 MAIORES bilheterias da história da DC

Todo o falatório e controvérsias acerca de Coringa na verdade só tem auxiliado a levar mais pessoas aos cinemas, em todo o planeta.

Coringa já é uma das 10 MAIORES bilheterias da história da DC

Todo o falatório e controvérsias acerca de Coringa na verdade só tem auxiliado a levar mais pessoas aos cinemas, em todo o planeta.

 Coringa já é uma das 10 MAIORES bilheterias da história da DC

Publicidade


Publicidade

Todo o falatório e controvérsias acerca de Coringa na verdade só tem auxiliado a levar mais pessoas aos cinemas, em todo o planeta. A violenta e perturbadora história de origem do vilão mais famoso da DC Comics continua arrastando multidões ao redor do globo, e não dá sinais de que vai perder fôlego tão cedo.

Na bilheteria americana, Coringa faturou mais excelentes US$ 55,8 milhões em seu segundo fim de semana. No total, o filme possui ótimos US$ 193,5 milhões no país. Trata-se, por enquanto, da oitava maior bilheteria do ano nos EUA, e a segunda maior para um longa que não é distribuído pela Disney nem envolve super-heróis da Marvel, atrás apenas do colega de Warner It: Capítulo Dois – embora tal longa, atualmente com US$ 207 milhões, será ultrapassado nos próximos dias. 

Coringa é também a 12ª maior bilheteria americana não ajustada para um filme da DC, tendo superado, nos últimos dias, alguns longas estrelados pelo arqui-inimigo do personagem-título, como Batman: O Retorno (US$ 162,8 milhões), LEGO Batman: O Filme (US$ 175,7 milhões) e Batman Eternamente (US$ 184 milhões). Uma vez que ele ultrapassar Superman: O Retorno (US$ 200 milhões) e Batman Begins (US$ 205,3 milhões), o que deve acontecer enquanto você lê estas palavras, aí então o palhaço homicida vai se tornar um dos 10 maiores filmes da DC nos EUA.

Publicidade

Em valores ajustados, porém, Coringa ocupa por enquanto a 17ª posição. Em suas duas semanas em cartaz, ele já vendeu mais ingressos que longas como Lego Batman e Superman III (cujos US$ 59,9 milhões em 1983 seriam US$ 171,4 milhões ajustados pela inflação). No entanto, Arthur Fleck ainda se encontra atrás de, por exemplo, Batman e Robin – sim, ele é considerado um dos piores filmes da história do cinema, porém, se fosse lançado nos cinemas hoje e levasse aos cinemas a mesma quantidade de pessoas que levou em 1997, sua bilheteria seria de decentes US$ 210 milhões, próxima à de filmes como Venom e Homem-Formiga e a Vespa. De toda forma, para Coringa se tornar um dos dez maiores filmes da DC mesmo quando ajustados pela inflação, ele vai precisar faturar mais que os US$ 344 milhões ajustados de Esquadrão Suicida – o que não é impossível.

Finalmente, Coringa já é uma das 20 maiores bilheterias americanas (não ajustadas) para filmes para maiores, ou R Rated, na qual menores de 17 anos só podem entrar nos cinemas acompanhado dos pais ou responsáveis, com o insano palhaço de Gotham City ocupando atualmente a 19ª posição neste ranking. Entre os filmes para quadrinhos classificados como R Rated, Coringa por enquanto só fica atrás de Logan e dois dois Deadpool, embora ao menos o primeiro (que encerrou sua carreira com US$ 226,2 milhões) será ultrapassado pelo vilão da DC nas próximas semanas. Curiosidade: das 20 maiores bilheterias para filmes R Rated, metade deles são para longas distribuídos pela Warner, Coringa incluso. O estúdio dono dos Looney Tunes é especialista em lançar longas que, apesar de serem mais pesados, ainda assim atraem multidões para os cinemas, como os dois It, Sniper Americano, Matrix Reloaded, os dois primeiros filmes da trilogia Se Beber, Não Case, o épico de ação 300, o drama indicado ao Oscar Nasce Uma Estrela e o clássico do horror O Exorcista.

Publicidade

E se você está impressionado por Coringa ter alcançado todas essas posições em apenas duas semanas em cartaz, bem, isso só comprova o imenso boca a boca que o longa vem tendo. Para se ter uma ideia, o filme caiu apenas 41,9% em comparação com a semana passada. Trata-se de uma das menores quedas entre o primeiro e o segundo final de semana da história para uma adaptação de quadrinhos. Entre outros longas de heróis em live action desse século, apenas o primeiro Homem-Aranha de Sam Raimi e Aquaman caíram menos – e este último só atingiu tal feito por ter estreado em plena temporada de Natal e Ano Novo, quando o público possui mais disposição para ir aos cinemas, e logo antes do feriado, o que diluiu a bilheteria de seu primeiro fim de semana.

O mais importante: Coringa também caiu menos do que tanto Mulher-Maravilha (43,3%) como Pantera Negra (44,7%), dois aclamados longas recentes de super-heróis que, tal como o Príncipe Palhaço do Crime, se tornaram muito comentados e discutidos, e reinaram tranquilamente por semanas a fio sem nenhuma concorrência. Isso indica que toda a controvérsia ao redor do filme na realidade tem gerado um excelente boca a boca, com diversas pessoas querendo conferi-lo nos cinemas. 

Publicidade

Com isso, o filme obteve o recorde de maior segundo fim de semana para um longa lançado em outubro, superando com tranquilidade sucessos que estrearam nesse mesmo mês em anos passados, como Gravidade (US$ 43,1 milhões) e Venom (US$ 35 milhões).

Assim, Coringa deve permanecer por mais um bom tempo como o filme evento do momento. Sim, nas próximas semanas chegarão alguns blockbusters, boa parte deles também R-Rated (como Zumbilândia: Atire Duas Vezes, O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio e Doutor Sono), mas será que terão forças para minar a bilheteria de Coringa? Improvável, haja vista os excelentes números do filme neste fim de semana. 

Publicidade

Portanto, uma performance pós-segunda semana similar à da Amazona de Themyscira ou dos Reis de Atlântida e de Wakanda leva o vilanesco palhaço da DC a encerrar sua carreira com uma bilheteria no mínimo acima dos US$ 335 milhões, o que parece ser a perspectiva mais otimista para o longa. Já uma mais parecida com a de Venom o faz sair de cartaz em torno dos US$ 290 milhões. Entretanto, o simbionte caiu rapidamente ao enfrentar outros longas que geraram bastante buzz, como Halloween e Bohemian Rhapsody, no ano passado. No caso de Coringa, como dito acima, não parece haver nenhum longa a desafiar o reinado de Arthur Fleck que estreará nas próximas semanas, portanto o palhaço homicida tem uma grande chance de tornar-se a 7ª adaptação da DC a passar a marca dos US$ 300 milhões.

Fora dos EUA, Coringa tem alcançado tanto sucesso quanto dentro. O longa faturou mais incríveis US$ 123,7 milhões em seu segundo fim de semana na bilheteria internacional, uma queda de apenas 29% em relação à sua abertura, e ficou em primeiro lugar em 73 dos 79 países em que está sendo exibido. No total, o filme possui ótimos US$ 354,7 milhões arrecadados fora dos EUA.

Nesta semana, o palhaço chegou à Alemanha, onde abriu com US$ 9,3 milhões, e à França, na qual sua estreia foi de US$ 10,3 milhões, a maior de 2019 para a WB e a segunda maior da DC no país, perdendo apenas para Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Já na Áustria e na Suíça, Coringa bateu o recorde de melhor abertura para um longa da DC de todos os tempos.

Publicidade

Por enquanto, seus dez maiores mercados são o Reino Unido (US$ 36,9 milhões), México (US$ 28,9 milhões), Coréia (US$ 28 milhões), Rússia (US$ 20,4 milhões), Brasil (US$ 18 milhões), Japão (US$ 15,4 milhões), Austrália (US$ 14,9 milhões), Espanha (US$ 13 milhões), Indonésia (US$ 11,3 milhões) e França (US$ 10,3 milhões).

Somando tudo, Coringa possui incríveis US$ 548,2 milhões globalmente. Trata-se do 10º maior filme para maiores da história na bilheteria global não ajustada, logo atrás de Deadpool 2 (US$ 785 milhões), Deadpool (US$ 783 milhões), Matrix Reloaded (US$ 742,1 milhões), It: A Coisa (US$ 700,4 milhões), Logan (US$ 619 milhões), A Paixão de Cristo (US$ 611,4 milhões), Se Beber, Não Case! Parte II (US$ 586,7 milhões), Cinquenta Tons de Cinza (US$ 571 milhões) e Ted (US$ 549 milhões). O longa é também a 9ª maior bilheteria global da história da DC, estando logo atrás do fiasco Liga da Justiça (US$ 658 milhões) e de O Homem de Aço (US$ 668 milhões).

Publicidade

E tudo isso conquistado em apenas duas semanas. O céu é o limite para o fracassado comediante transformado em um dos vilões mais icônicos da cultura pop. Será que ele se tornará o primeiro filme R-Rated a faturar mais de US$ 800 milhões? Será que ultrapassará os US$ 821 milhões de Mulher-Maravilha e assim se tornar um dos 5 maiores filmes da DC globalmente?

De toda forma, considerando os minúsculos custos de produção de Coringa, é justo dizer que ele já é insanamente lucrativo para a Warner.

Bilheteria EUA 11/10/19 a 13/10/19:

Publicidade

2 Comentários Sobre o Assunto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Site Parceiro
© 2019-2022 Legado Plus, uma empresa da Legado Enterprises.