Cruella vs Mad Max: Como Furiosa influenciou a vilã punk da Disney

Conheça o trabalho da figurinista Jenny Beaven

Cruella-vs-Mad-Max-Como-Furiosa-influenciou-a-vila-punk-da-Disney-Legado-Plus
PUBLICIDADE

Cruella, novo filme Disney já é um grande sucesso de 2021. A produção cativa público pelas potentes atuações de Emma Stone e Emma Thompson, assim como a seleção de músicas de sua trilha sonora. Da mesma forma, outro destaque são os belíssimos figurinos criados para a obra.

Sendo Cruella um filme onde a trama fala diretamente de moda e estilo, é justo dizer que uma das grandes responsáveis pelo sucesso é quem criou os figurinos na vida real. Este título pertence a inglesa Jenny Beavan. Seu nome pode não ser tão conhecido, mas Beavan é a criadora do visual dos personagens de outro sucesso dos últimos anos, Mad Max: Estrada da Fúria.

Jenny Beavan no set de Mad Max: Estrada da Fúria

O trabalho de Jenny Beavan em parceria com o diretor George Miller rendeu para Mad Max o Oscar de Melhor Figurino em 2016. Na ocasião, Jenny marcou a história pelo seu próprio ‘figurino’. Enquanto a maioria das mulheres vão a cerimonia de salto e vestido de gala, a designer recebeu sua estatueta “vestida como uma motoqueira”, como ela mesmo definiu. Detalhe para a jaqueta com um bordado em referência aos “garotos de guerra” (war boys) do longa:

Jenny Beaven recebe o Oscar de Melhor Figurino em 2016 por Max Max.

Cruella: Criando o figurino de uma fashionista

Até então, a especialidade da designer era a criação de figurinos do século XIX e início do XX. Em entrevista, Beavan relatou como Mad Max foi um trabalho único em sua vida por provocá-la a criar de forma mais disruptiva com a “realidade”. Desta forma, é possível dizer que a experiência em Fury Road levou a figurinista a estudar a estética punk e cultura das motocicletas (bikers), colaborando para os figurinos de Cruella.

PUBLICIDADE

O figurino da Baronesa se baseia largamente em pesquisas na revista Vogue, além de modelos Dior da época. Por outro lado, Estella Cruella remete a contracultura dos anos 70, misturando influências pop com a subcultura das motocicletas, numa verdadeira fantasia punk.

(Foto: LAURIE SPARHAM/DISNEY)

Jenny Beavan comentou especificamente sobre o vestido que protagonista usa no baile:

O vestido em si era como uma desconstrução do vestido da Baronesa. Você pode ver sobre o busto a linha tirada do modelo usado pela Baronesa. Então, nós meio que cortamos em tiras. A cor foi escolhida porque é um baile Preto e Branca. Então, a cor mais destacada  para mim sempre será vermelha, além de ser muito adequada para Cruella.

Porém, nem tudo é glamour. Beavan teve que criar todos os 47 possíveis looks para Cruella e 33 da Baronesa (fora dos outros coadjuvantes) em um prazo de 4 meses. Trabalho finalizado com ajuda e empenho de sua equipe de assistentes.

Vestido vermelho do baile em ‘Cruella’

Contudo, à depender da repercussão, o esforço será recompensando. Segundo a maior parte da crítica especializada, o figurino de Cruella será um dos grandes favoritos nas premiações do próximo ano. Possivelmente, mais um Oscar para Jenny Beavan.

PUBLICIDADE
Sair da versão mobile